Notice: Undefined variable: format in /home/betha/public_html/restrito/pg/configuracoes/_configGerais.php on line 1052
Quem foi Padre Léo? | Blog Comunidade Bethânia
 
 
 
POPUP
AJUDE ESTA OBRA

Quem foi Padre Léo?

Padre Léo | 01 de Setembro 2018

“Quanto a mim, porém, sou como a oliveira verdejante, na Casa de Deus; confio na misericórdia de Deus para todo o sempre” (Sl 58,8).

Quem foi Padre Léo?

PADRE LÉO: OLIVEIRA PERENE

Quanto a mim, porém, sou como a oliveira verdejante, na Casa de Deus; confio na misericórdia de Deus para todo o sempre” (Sl 58,8).

Acredita-se que a oliveira seja originária da Ásia Menor. A oliveira, Olea europaea L., é considerada uma árvore sagrada. Em hebraico é chamada de zayit. Ela é citada em várias passagens da Bíblia.

Chama atenção na oliveira sua longevidade. Há registros de exemplares de mais de 2 mil anos. Elas crescem praticamente sob quaisquer condições: nas montanhas ou nos vales, nas pedras ou na terra fértil, sob o intenso calor ou com pouca água. São bastante resistentes!

Seu desenvolvimento é lento, porém, contínuo. Quando é bem cuidada, pode atingir até sete metros de altura. Até as oliveiras doentes continuam a lançar novos ramos. De uma oliveira se aproveita tudo.

HOMENAGEM AO PADRE LÉO

No dia 9 de outubro de 2011, data do aniversário de 50 anos do Padre Léo, na Comunidade Bethânia foi plantada uma oliveira em sua homenagem. Com a ajuda de sua mãe, dona Nazaré, foi lançado no chão de Bethânia um belo exemplar, bem no alto do “Monte Tabor”, lugar deixado pelo próprio Padre Léo. 

Reconhecemos, publicamente, com esse gesto, que o Padre Léo é como uma oliveira perene, e Bethânia o acompanha. Hoje, essa oliveira tem quase sete anos e cresce viçosa aos nossos olhos, lembrando-nos o fundador em nosso meio.

As raízes da oliveira são poderosas e profundas, geralmente alcançam até seis metros à procura de água para viver. O mesmo fez o Padre Léo: lançou raízes profundas na Palavra de Deus buscando fortalecer-se e ensinar todos a perseverarem até o fim nas lutas da vida.

AS COISAS DO ALTO

O tronco da oliveira tem crescimento lento, mas extremamente resistente e durável. O Léo foi crescendo na fé, continuamente, até tornar-se um sinal evidente das “Coisas do Alto”.

As folhas protegem a planta e sempre se renovam impedindo a desidratação no calor do deserto. O fundador da Comunidade Bethânia nos deixou o exemplo de renovação, de cura interior, de restauração constante à luz da Palavra e da Eucaristia.

As flores da oliveira são responsáveis pela produção do fruto e se deixam polinizar pelo vento. Assim, nosso Padre Léo floresceu como ser humano ímpar talhado na graça de Deus, permitindo que o vento do Espírito polinizasse graças e bênçãos. Foram homens e mulheres restaurados, famílias restauradas, além dos filhos e filhas, como também consagrados e consagradas em Bethânia.

FRUTOS DA OLIVEIRA

Os frutos da oliveira indiscutivelmente fazem a diferença. O azeite, a luz, o calor, o alimento saudável, enfim. Somos chamados a produzir frutos. O evangelho é claro: pelos frutos conheceremos. Os frutos deixados pelo Padre Léo falam por si só. O azeite lembra a unção. O Espírito Santo, unção de Deus para nós, revestiu o Padre Léo e hoje reveste Bethânia para que continuemos a missão por ele iniciada.

O Salmista citado acima, ao dizer que é como a oliveira, nos lembra que ele é como Deus quer que seja. Padre Léo deixou-se moldar por Deus para ser o que Deus queria dele. Que o mesmo aconteça conosco. O sobrenome do Pe. Léo é Pereira, mas sua essência, não há dúvida: é Oliveira.

Que ao contemplarmos a oliveira plantada no alto do monte em Bethânia, nos lembremos que Deus quer fazer conosco o que fez com o Padre Léo. Que sejamos Oliveiras nas mãos de Deus.

 
 
Deixe seu comentário
Compartilhe