POPUP
AJUDE ESTA OBRA
ACESSE A NOSSA LOJA

5 dicas de Bethânia para viver o carisma do acolhimento

Acolhimento | 15 de Julho 2020

O carisma da Comunidade Bethânia e toda inspiração de trabalho parte do princípio de que é preciso “acolher cada um como o próprio Cristo”. Neste post, elencamos 5 dicas para você também viver o carisma do acolhimento.

5 dicas de Bethânia para viver o carisma do acolhimento

No dicionário, o verbo acolher é relativo a dar abrigo, hospedar, atender, agasalhar, amparar. Diz respeito a uma atitude que desconhece preconceitos, mágoas, rancores e acomodações, mas vem da consciência de que Deus existe no interior de todos.

É algo que está bem claro no carisma da Comunidade Bethânia e em toda a nossa inspiração de trabalho: “acolher cada um como o próprio Cristo”. E, como comunidade de vida e acolhimento que somos, carisma esse herdado de nosso iluminado e saudoso fundador Padre Léo, temos uma certa propriedade para falar sobre o assunto.

Por isso, a seguir, elencamos 5 dicas para quem sente no coração o desejo de acolher o próximo, seja em um projeto social ou, principalmente, no seu dia a dia.

#1 Olhe para o próximo com amor
Sabe quando, na infância, a criança cai no chão e rala um joelho? Nessas horas, não há nada melhor que um colo de mãe. Acolher é isso: ser como uma mãe, que está sempre de braços abertos para abraçar seu filho, que olha para a sua criatura com tanto amor, que consegue perceber na mesma hora quando algo não vai bem. Assim, devemos enxergar as pessoas ao nosso redor: com o amor mais puro e genuíno.

#2 Ofereça ajuda
Enxergando com amor o nosso próximo, assim como uma mãe, é possível identificar quando está tudo bem ou não e, assim, se mostrar disposto a ajudar. Oferecer ajuda é o segundo passo principal do acolhimento, já que, em sua maioria, quem precisa de amparo tem dificuldades para pedir. E, por menor que seja, a sua mão estendida pode ter um impacto imensurável de trazer para a luz quem se encontra na escuridão do fim de um túnel.

#3 Ouça sem julgamentos
Uma das mais importantes dicas de acolher o próximo, certamente, é a capacidade de ouvir, despindo-se de julgamentos, sem qualquer necessidade de dar ao outro uma resposta pronta para aquilo que você acha que ele deve fazer ou, que considera melhor para a sua vida. Acolher perpassa o sentimento de estar ali, ouvindo e colocando-se como um amigo que, independentemente da situação, se dispõe a dividir a carga de um problema. Tenha empatia!

#4 Procure a forma ideal de ajudar
Da mesma maneira que, em alguns casos, acolher envolve um empenho pequeno da sua parte para ser efetivo, outras vezes, quando o problema é mais grave e foge do seu alcance, é importante direcionar esse acolhimento para uma ajuda profissional, necessária para se chegar à raiz da situação e direcionar a pessoa e encontrar um caminho. Perceba se é receptivo esse tipo de ajuda. Caso contrário, será preciso um pouco de paciência e tempo para conquistar a confiança e, enfim, fazer esse tipo de abordagem.

#5 Não espere nada em troca
O acolhimento é um sentimento que não combina com recompensas, afinal, ajudar alguém esperando receber algo por isso, não é verdadeiramente uma ajuda. É um negócio, uma troca, na qual eu faço e espero uma retribuição por isso. Quem realmente tem a caridade no coração, acolhe simplesmente pelo ato de fazer o bem a alguém. O máximo que se pode esperar, é um retorno garantido pela vida, de receber aquilo que você deseja para o outro.

O acolhimento em Bethânia
A Comunidade Bethânia é uma entidade que nasceu para ser especialista em acolhimento. Aqui, o foco não é recuperar dependentes químicos e soropositivos, mas sim acolhê-los da melhor maneira possível. Padre Léo deixou escrito que “a recuperação que almejamos é fruto do acolhimento que praticamos”. Essa é a essência da nossa missão e, para saber mais, basta clicar aqui!

Fomos chamados por Deus a ser, neste mundo, a Sua imagem e semelhança (Gn 1,26), o que significa assumir uma postura refletida na do Pai, que sempre foi acolhedor na história do Seu povo, sobretudo, com os mais necessitados. Que lembremo-nos sempre disso!

Quer saber mais sobre o acolhimento em Bethânia? Clique aqui e conheça as Etapas do Acolhimento em Bethânia.

 
 
Deixe seu comentário
Compartilhe