POPUP
AJUDE ESTA OBRA
ACESSE A NOSSA LOJA
Testemunho: Padre Léo contribuiu para conversão de Frei Gilson
Crédito da foto - Juliane Ferreira

Por Marcia Peixe

Durante o ‘Kairós Eu Te Levantarei’, que ocorreu no domingo, 14, em São João Batista (SC), Frei Gilson testemunhou a importância do Ministério do Servo de Deus Padre Léo em seu processo de conversão. “Me lembro que a primeira vez que ouvi o Padre Léo foi em uma pregação na TV Século XXI. Eu estava sozinho em casa e liguei a TV. Eu era ainda um garoto de mais ou menos 14 anos, e aquele homem começou a pregar e eu comecei a chorar. Eu chorei, chorei, chorei, pois aquela pregação entrou e minha alma”, destacou.

Após aquela experiência, Frei Gilson conta que passou a participar também dos acampamentos que ocorriam na Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP), onde Padre Léo tornou-se um dos pregadores. “Eu escutava Padre Léo pregar e me tocava muito, pois era um sacerdote profundo, conhecedor da bíblia, e, que, ao mesmo fazia todos rirem, alegrarem-se e também trazia um apelo à conversão”, acrescenta. 

Desde a primeira experiência por meio da TV e depois através dos acampamentos, Frei Gilson aprendeu muito com o fundador de Bethânia, inclusive a entender o que era Bethânia. “Entendi que Bethânia é a Casa do sofredor, daquele que precisa de aconchego e que era um lugar para acolher pessoas que estavam em suas mortes existenciais. Então, com os testemunhos que Padre Léo apresentava nas pregações eu fui aprendendo”, conta. 

No intervalo do evento, acompanhado pelo Pe. Lúcio Tardivo,bth ele teve a oportunidade de conhecer pela primeira vez a Comunidade Bethânia e o Centro Cultural Memorial Padre Léo, onde estão os restos mortais do sacerdote e também o seu acervo . No memorial, fez uma pausa para orações, marcada por muita emoção. 

Em seguida, passou rapidamente pelo acervo onde conheceu mais sobre a trajetória de Padre Léo, seus objetos pessoais, fotos entre outros itens. “Hoje é a primeira vez que estou  em Bethânia, e estar aqui, é uma confirmação do que Padre Léo falava. Sempre sou muito grato, às pessoas que me evangelizaram. E não tem como não ser grato ao Padre Léo, por tudo que ele me ensinou”, encerrou. 


Confira abaixo a galeria de fotos da visita ao Centro Cultural Memorial Padre Léo.

 
 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas