POPUP
AJUDE ESTA OBRA
Muralhas são derrubadas durante sete dias de oração
Crédito da foto - Ana Picolli
 

Enfrentar o câncer de mama ficou menos doloroso para Andreia Ventura Puls, após vivenciar os sete dias do Cerco de Jericó, na Comunidade Bethânia, recanto São João Batista (SC). Na segunda-feira, 8, último dia do Cerco, a moradora de São João Batista estava mais forte e mais confiante para vencer a doença.
Aos 42 anos, Andreia recebeu o diagnóstico da doença no dia 21 de agosto, mas alguns meses antes já estava vivendo Bethânia por meio da participação no Grupo de Oração. “Vejo que Deus me puxou para cá para me preparar. Viver esses sete dias de oração no Cerco de Jericó me deu ainda mais sustentação para minha vida e família. Quem bebe dessa água de Bethânia, não consegue mais parar”, diz.
Ela relata que iniciar as orações no Cerco de Jericó a deixou mais forte e os momentos de desespero devido a doença cessaram. “Às vezes eu até esqueço que estou com a doença”, afirma. 
O Cerco de Jericó acontece todos os anos e faz parte da programação de aniversário da Comunidade Bethânia. O padre Lúcio Tardivo, que celebrou o último dia, ressalta que o Cerco é sempre um momento de muita graça e benção. Neste ano, o tema foi “Eis que estou à porta e bato” (Ap 3, 20), em que todas as pessoas puderam sentir a ação de Deus, por meio dos textos bíblicos. “Muitas foram as graças alcançadas através desse Cerco. As pessoas vivenciaram esses sete dias e trouxeram em seu coração o desejo da força de Deus para elas e suas famílias. Tenho certeza que muitas muralhas foram quebradas e destruídas”.
Pela primeira vez, a batistense Priscila Paz Vanini, 28, participou todos os sete dias do Cerco de Jericó. “Foram dias maravilhosos e muito especiais. Sou outra Priscila, estou mais feliz, em paz, mais otimista com a vida e com as coisas. Parece que tudo ficou mais fácil de resolver, pois agora tenho a certeza de que Deus está comigo e vai me ajudar”.

Festa de Aniversário

Na sexta-feira, 12 de outubro, a Comunidade Bethânia festeja seus 23 anos. Para marcar este momento, às 15h, na Arena Multiuso Pe. Léo (ao lado do Ceju), no recanto São João Batista (SC), ocorre a Missa Solene e pré-inauguração da Arena. “Esta foi a data escolhida pelo Pe Léo para fundar a Comunidade Bethânia, no dia de Nossa Senhora Aparecida, que hoje é também nossa padroeira”, explica Pe Lúcio.
No dia 21 de outubro, terá ainda um grande Kairós com a presença do missionário Ironi Spuldaro. As inscrições são limitadas e podem ser feitas pelo site da Comunidade Bethânia (www.bethania.com.br).

 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas