FECHAR
Popup
 
 
POPUP
AJUDE ESTA OBRA
Padre Léo

Conheça o fundador da Comunidade Bethânia

Léo Tarcísio Gonçalves Pereira, mais conhecido como Pe. Léo, nasceu em 9 de outubro de 1961. Veio de família humilde de Delfim Moreira, Sul de Minas Gerais, no vilarejo conhecido por Biguá. É o nono filho de Joaquim Mendes Pereira (seu Quinzinho) e Maria Nazaré Guimarães (dona Nazaré).

Antes de ingressar no seminário foi torneiro mecânico e também trabalhou em uma fábrica de armas em Itajubá (MG). Somente em 1982 entrou no Seminário Dehonista na cidade de Lavras (MG), pertencente à Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus. Pe. Léo foi ordenado Sacerdote em 1990, atuou na formação de novos religiosos e sacerdotes, também na área da educação e, em 1995, fundou a Comunidade Bethânia.

Seu carisma tornou-se amplamente conhecido no Brasil por meio da grande atuação na Renovação Carismática Católica. Foi pregador de multidões desde o tempo de formação presbiteral. Participou de Cenáculos e vários outros encontros. Com seu jeito alegre e irreverente de ser, apaixonado pela Sagrada Escritura, utilizava-se de exemplos concretos e simples do dia a dia para chegar aos corações mais endurecidos. Utilizava linguagem simples que prendia a atenção do ouvinte e ao mesmo tempo o convidava a uma experiência íntima com a pessoa de Jesus, não somente racional, mas de forma afetiva.

Atuou como verdadeiro profeta do Coração de Jesus em vários meios de comunicação. Publicou 27 livros, atuou em programas católicos de televisão na Associação do Senhor Jesus, em Valinhos (SP) e, posteriormente, no Sistema de Comunicação – Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP), onde ganhou fama nacional e internacional.

Após 16 anos de sacerdócio, vivendo integralmente o seguimento de Cristo, Pe. Léo faleceu em 4 de janeiro de 2007, aos 45 anos, vítima de infecção generalizada por causa de um câncer no sistema linfático. Sua obra e memória continuam vivas nos corações de quem o ama e daqueles que fazem parte da família Bethânia.

“Sou um sujeito que desde criança quis ser padre; e muito pobre, tentei ir para o seminário, mas não fui aceito. Então fui trabalhar até conseguir ter roupas suficientes, fazer meu enxoval. Fui para o seminário com 21 anos. Tinha namorada, fui noivo, e descobri a Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, que é o que eu tento viver: Quero ser um homem do Coração de Jesus. Vivo no meio de jovens drogados, prostituídos, aidéticos. Tento ser um deles e eles me ensinam muito”, Padre Léo, scj.

O caminho da beatificação

O processo de beatificação do Padre Léo começou em outubro de 2017, quando os padres Vicente, Lúcio e Elinton visitaram o bispo da Arquidiocese de Florianópolis, Dom Wilson Tadeu Jönck. Durante a conversa, foi explícita a vontade de tornar Léo um beato, pedido que foi aprovado pelo arcebispo. No entanto, o primeiro passo para a beatificação é o pedido de abertura do processo na igreja.
Durante os trâmites, é necessário eleger um responsável pela beatificação, por meio da criação de uma associação.  A Associação Padre Léo é comandada pelo Padre Lúcio Tardivo, vice-presidente da Comunidade Bethânia. 
É a Associação Pe Léo que cuidará da coleta dos testemunhos dos milagres para depois encaminhá-los ao processo de beatificação. 
O processo de beatificação não tem um tempo determinado para acontecer, tudo depende da escolha do milagre e a comprovação dele. Existem diferenças na hora de comprovar o milagre. Por exemplo, se é uma cura de um câncer, então pede-se um tempo para saber se realmente houve a cura. De repente a pessoa foi curada apenas naquele momento, mas o câncer pode voltar.

Canonização

A canonização – quando o beato se torna santo – acontece subsequentemente à beatificação e pode ser considerada como “um processo natural”. O mais demorado é o processo de beatificação, devido à abertura da associação e todos os passos que devem ser seguidos.
Para canonização é preciso escolher outro milagre e comprová-lo depois da beatificação. Este milagre, por sua vez, não precisa necessariamente acontecer após a beatificação, mas tem que ser comprovado depois.

                    
 
Oração de intercessão ao Padre Léo
Pai santo, Pai querido, Pai amado, nós Te louvamos e Te bendizemos, por que nos criastes por amor. Em Teu filho Jesus salvastes o mundo e no poder do Espírito Santo restauras o homem e a mulher.

Nós Te louvamos e Te bendizemos pelo Teu servo Pe Léo que chamastes à vida e ao sacerdócio, para ser instrumento do teu amor no mundo. Com sua missão, descobrimos que Tu és um Deus amoroso e alegre, e que sempre nos envolve em Tua misericórdia.
Com ele, muitos cristãos retomaram o caminho da conversão, da restauração e da cura interior.

Pelo seu testemunho de fé, muitos casais e milhares de pessoas se dispuseram a buscar as Coisas do Alto, por meio da perseverança na fé.

No seu abraço acolhedor muitos filhos e filhas, desfigurados pela dependência química e pela marginalização, foram acolhidos como o próprio Cristo na Comunidade Bethânia.

Assim, nós Te pedimos que pela intercessão do Teu servo Pe Léo possamos alcançar a graça: (fazer o pedido).

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre. Amém!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Deixe seu testemunho